Páginas

quinta-feira, agosto 31, 2006

EXPO DE PINTURAS


Em época de muito trabalho e produças bem variadas, nada como poder montar uma exposição de pinturas mais recentes. Confesso não ter exposto muito na vida. E ver os quadros ali na parede é mais do que simplesmente mostrá-las. Um antigo professor de pintura uma vez me disse que o motivo pelo qual temos que expor os trabalhos é que só assim você consegue entendê-los fora do seu contexto inicial, ou seja, naquele quarto ou sala onde eles foram criados. Fiquei eufórico vendo eles ali, com vontade de correr em casa e fazer mais uns dez ainda a tempo de mostrar pra essa exposição. Claro que não vai dar, mas o gás persiste. Outra coisa linda é que todos os que posaram para esses quadros estão lá agora, na parede, e fizemos eles juntos, repintamos, começamos do zero, descobrimos tons e formas, seus ângulos. Pintura tem muito de vaidade, de narciso, mesmo. Tem muito de tesão também. Numa outra aula com a Marina Saleme, descobrimos nós os alunos que o tesão de acertar num quadro era quase que nem sexo, e durava mais, meio tântrico. E agora tá todo mundo lá, olhando pros convidados, flertando baixinho.

3 comentários:

Marina disse...

Vixe, eu namoro um hippie...

Shane Melindasson disse...

shit man you're blowing up!!!

Lubateli disse...

É de um orgamo destes que eu sinto falta. Desenho desde os meus 7 anos, pinto desde os meus 12, mas nunca montei uma exposição. Em função disso deve fazer uns dois anos que não pinto, só desenho algo de vez em quando. Pintar me faz muita falta.